segunda-feira, 4 de julho de 2016

Maria Luís Albuquerque - Insanidade Mental ou Porta Voz de Interesses Obscuros?




Maria Luís Albuquerque, ex- Ministra das Finanças do Governo PSD/CDS surpreendeu-me com uma afirmação, no mínimo, bastante polémica.
Afirmou, na Assembleia da República, que, com ela, não haveria sanções da União Europeia a Portugal.

Esta afirmação que, do meu ponto de vista, assume contornos de extrema gravidade e que só se poderá dever a duas coisas:

1 - A senhora poderá ter tido um momento de insanidade mental motivado pela sua ânsia de atacar o actual governo socialista, não olhando a meios, para atingir os fins. Por outro lado, não compreendo a afirmação desta senhora, dado ter sido ela, como Ministra das Finanças, a única culpada pelo défice excessivo. O excesso de ambição tolda a consciência.

2 - Aqui já entro noutro domínio desta análise. Será que esta senhora veio transmitir algo que, ainda antes da solução encontrada para este Governo, terá recebido garantias dos governos comandados pelo PPE, de que se Portugal continuasse na linha do empobrecimento contínuo, tudo lhe seria permitido até deixarmos de ser um país e passarmos a ser uma colónia?.

Eu inclino-me mais para esta segunda hipótese, porque, a partir da altura em que o Governo PSD/CDS começou a vender as estruturas principais a capitais estrangeiros, que só levam daqui os lucros e deixam cá os prejuízos, conduzindo Portugal para o abismo, que acabaria por ser vendido às parcelas, como se de um loteamento se tratasse.
Temos que estar todos a postos para os problemas que esta "Desunião Europeia" nos irá colocarmos e, como portugueses, estarmos ao lado do nosso Governo e não ao lado de um qualquer"gauleiter" que queira transformar o nosso país num Protectorado do "Império Germânico".
Estou convicto de que como está no ADN dos portugueses, de que iremos ultrapassar as dificuldades que nos aparecem pela frente.

Eu confio nos portugueses.

Ovar, 4 de julho de 2016

Álvaro Teixeira