quinta-feira, 13 de outubro de 2016

António Guterres, o senhor do Mundo

Hoje é um dia de glória para Portugal e para o Mundo.
António Guterres foi aclamado, por unanimidade, o próximo Secretário-Geral das Nações Unidas.

António Guterres - Secretário Geral da ONU

Se, para Portugal, terá sido o maior acontecimento desde a História dos Descobrimentos, para o Mundo foi a eleição de uma pessoa de uma competência extraordinária e que, com o seu conhecimento e experiência, irá colocar a ONU no seu devido lugar e exercer as competências que presidiram à sua fundação.
A tarefa é muito difícil. O Mundo está em guerra, embora não declarada, mas, se as coisas não se resolverem em tempo útil, teremos uma nova III Guerra Mundial.
O Médio Oriente está em brasa e as armas nucleares já lá estão prontas a a serem lançadas. A Rússia não se entende com os Estados Unidos da América e vice-versa. Os pequenos ditadores vão dando as suas ordens e a Arábia Saudita, fomentadora do fundamentalismo islâmico, vai apoiando os combatentes anti-xiitas e, nomeadamente, destroçando o Iémen, mas, como bons clientes do armamento americano, vão continuando com as suas ações, sem ser molestada.
O que se está a passar na Síria é terrível, mas, se as grandes potências não se entenderem quanto às soluções, não imagino o que será o nosso próximo futuro.
Acredito que o eng. António Guterres será o homem indicado para construir pontes e consensos que evitem uma catástrofe.
Desejo ao eng. António Guterres um excelente mandato e tenho a certeza de que ele irá conseguir ser um grande Secretário-Geral da ONU.

Ovar, 13 de Outubro de 2016
Álvaro Teixeira