domingo, 9 de julho de 2017

Por Ovar… Jorge Pinho anuncia demissão de militante do PSD

O “facebooqueiro” Jorge Pinho/Rui Catalão acusou, hoje, no Facebook de falta de coerência do candidato do Partido Socialista à presidência da Junta de Freguesia de Esmoriz, Rogério Ferreira
, alegando que este tinha sido militante do PSD-Ovar. Por isso não resisti à tentação de sacar este Post publicado no Blogue Ovar Novos Rumos com a divulgação feita pelo Jorge Pinho relativamente à situação do PSD-Ovar. Não sei qual foi a cenoura com que o Salvador Malheiro lhe acenou, para que tivesse virado o bico ao prego e se tivesse tornado num militante malheirista convicto e parecendo até o porta voz do gabinete de comunicação da Câmara M. de Ovar. Espero que o Jorge Pinho/Rui Catalão nos esclareça. Segue-se o Post:

Quinta-feira, 3 de Março de 2016

Publicado em Ovar Novos Rumos

Jorge Pinho.jpg
“As pessoas têm de se assumir, dar a cara e retractar-se nos momentos de euforia e nos de desilusão”.
O PSD Ovar está sob fogo cruzado, tanto por parte dos partidos da oposição, como por parte de alguns militantes do próprio Partido.
Agora, é um mediático militante que anuncia a saída do PSD, Jorge Pinho, também conhecido por Rui Catalão. Saliente-se que Jorge Pinho / Rui Catalão tem sido um dos mais entusiásticos apoiantes das políticas de Salvador Malheiro, enquanto presidente da Câmara Municipal de Ovar, pelo PSD. Por isso, a anunciada demissão deste irreverente militante poderá ter algum significado, neste pequeno meio do distrito de Aveiro.
O conhecido industrial, presidente da Associação de Produtores de Pão-de-Ló de Ovar, diz que abandona o PSD por não alinhar “em métodos pouco transparentes, nem em desculpas apressadas e esfarrapadas, que cheiram a vaidade pessoal!”.
Esta posição poderá ter relação com o caso da inscrição em massa de novos militantes, em Esmoriz, que a Comissão Política Distrital de Aveiro do PSD considera suspeita. Ver aqui: http://ovar_novosrumos.blogs.sapo.pt/psd-aveiro-lista-de-novos-militantes-da-262731.
A mensagem publicada no Facebook por Jorge Pinho
“Há cerca de 17 meses, comuniquei aqui no Face que tinha decidido refiliar-me no PSD.
Tomei essa decisão porque sempre fui um social-democrata e porque acreditava cegamente numa "Nova Energia" e numa nova forma de fazer politica, com humildade, transparência, participação activa dos militantes, empenho e desinteresses pessoais.
As pessoas, têm de se assumir, dar a cara e retractar-se nos momentos de euforia e nos de desilusão.
Nunca precisei da política, e não ando na política para fazer favores ou fretes a ninguém.
No meu percurso de vida, não existe qualquer lugar ou cargo público que tenha ocupado de indicação partidária.
Nunca o quis... e poderia ter tido!
Sou um social-democrata, sempre fui continuarei a sê-lo, não renego as minhas convicções e não as tenho de agora...
Não acordei agora para a social-democracia, nem foi agora que me virei de forma oportunista para o legado de Sá Carneiro!
Não alinho em jogos de poder!
Não alinho em métodos pouco transparentes, nem em desculpas apressadas e esfarrapadas, que cheiram a vaidade pessoal!
Este, não é o PSD em que acredito!
Por esse motivo, decidi abandonar o partido pelo que o farei de forma formal brevemente, e como há 17 meses atrás é aqui que primeiro o tenho de comunicar.
Passarei, de novo, a ser um democrata livre, sem compromissos e pronto para abraçar os projectos que me inspirem confiança.
Um abraço.”.
(Publicado na página de Jorge Pinho no Facebook)